domingo, 11 de agosto de 2013

[Fanart] The Hunger Games


NADA DE PLAGIAR, REBLOGAR OU COPIAR AQUI NESTE BLOG! É CRIME!

Hi, guys!

 Bem, para quem não sabe, finalmente - depois de muito tempo - tenho o segundo livro da trilogia "The Hunger Games"! Sim, eu sei. Que atrasada. Mas não me tomem por lenta e a última pessoa à face da terra a ler "Em Chamas", por que eu já tinha lido. Mas é tão bom ter os livros nas nossas mãos, não acham?! 
 E tenho de dizer, estou a amar reler a história! Já chorei imenso na parte em que a Katniss está no Distrito 11 e faz aquele discurso à família do Thresh e da Rue, e quando matam aquele homem - credo, gente sem escrúpulos. E quando chicoteiam o Gale? Céus! Odeio essa parte!
 Mas a minha parte preferida até agora - logo a seguir à parte em que o Peeta e a Katniss fazem as pazes - é a cena em que o Plutarch mostra o relógio à Katniss e diz "Começa à meia-noite", e depois lhe mostra o mimo-gaio. Como a Katniss é burra, não reparou que aquilo era um sinal, e que o Plutarch é a favor da revolta e que lhe está a dar uma dica do que vai acontecer na arena. E lamento a quem acabou de ler isto e é uma pessoa que ainda não leu a trilogia. Lamento imenso. As minhas eternas desculpas.
 E como estou numa de Jogos da Fome, seguem-se fanarts lindas que eu encontrei por aí.
 Preparados?!






As personagens da trilogia. Achei uma imagem melhor, mas o URL não dá.


Quem é que não ama esta parte? Tão... romântico.
Quero dizer, romântico, apesar do raio da Katniss ser tão burra que não notou que a única
razão para o Peeta lhe dar comida é que estava apaixonado por ela, mas ela nota?! NÃO!
Já estou como o Haymitch. Lembram-se da cena em que o Peeta diz à Katniss:
"O Haymitch bem disse que tu serias difícil de convencer."


O último livro. Conseguem ver a referência?!


Acho que esta é a minha preferida.
Maria, olha ali o teu Finnick tão sensual! E a minha Katniss tão... mortífera e determinada!

Opa, opa... quem não morreu de emoção nesta cena?!
Profissionais em busca da Katniss...

O mimogaio mostra as asas... ou as penas, neste caso.

O dilema... matar ou não matar?!


MUHAHAHAHAHAH
Alguém entendeu?
Peeta: "Lamento, Katniss. O Gale e eu cansámos-nos de esperar que tu te decidisses. "
Gale: "Nós somos muito felizes juntos."
Katniss: "Mas o que..."

OMG... Serei a única a sentir uma profunda pena ao ver esta imagem?


No comments for Finnick.

XD Vêem a cara do Gale?
Coitado!


"Nós vamos sobreviver e começar uma revolta.
Tu podes pegar fogo. Levanta-se e luta."

Presidente Snow a dar a entender que a Katniss é fonte de esperança para as pessoas de Panen.
"Esperança.
É a única coisa mais forte que o medo."

E finalmente a Catnip reencontra o Peeta, no último livro.
É aqui em que ele dá uma de doido e a tenta matar XD


Tão... magnífica.

Já a estou a ver a atirar sobre o raio do presidente.


Sedução... assim vc me mata...

Eu tenho uma verdadeira pena do Gale e da Katniss.
Ele foi o primeiro que ela amou, mesmo que não soubesse.
Mas o Peeta... ela salvou-o, e não o conseguiu tirar da mente desde aí.
Pergunto-me se eles se teriam apaixonado fora dos Jogos da Fome.
Afinal, o amor deles nasceu de um falso amor. 

E outra fanart de quando o vestido de noiva se converte num fato de mimo-gaio.
É simplesmente maravilhoso.

Primeiro reencontro "romântico" diante das câmaras. 
Gostava que ela tivesse lhe pedido desculpas no ouvido, neste momento.
Teria sido interessante.

Safe and Sound.
Tal como na banda sonora do filme.
Já ouviram a música?
"Safe and Sound", de Taylor Swift, que esteve a tocar como primeira música de cada vez que abriam a página do meu blog.
Quem se lembra?

Tremendamente cute.

Sabem qual o título desta imagem?
"Um tipo diferente de fome."
Entenderam?!

Momento mais romântico de "Em Chamas"!
Titia Collin fez aqui uma linda cena de amor, lembram-se?
O Peeta e a Catnip estão na praia, e o Peeta conta, finalmente, à Katniss a razão de porque ela tem de ser a que volta para casa viva da arena.
- Ninguém precisa de mim realmente. - Diz ele, e não há auto-piedade na sua voz. 
É verdade que a sua família não precisa dele. 
Eles vão recebe-lo assim como um punhado de amigos. 
Mas eles vão chegar lá. Mesmo Haymitch, com a ajuda de uma grande quantidade de licor branco, vai chegar lá. 
Sei apenas uma pessoa que será danificada além do reparo se Peeta morre. Eu. 
"Eu não", eu digo. "Eu preciso de você."
E depois ele dão o beijo em que Katniss finalmente sente a necessidade de pedir mais.

Quando Prim, no último livro, corre para salvar as vítimas da batalha no Capitólio, ouve a irmã gritar o seu nome, e pára, recebendo como recompensa uma bomba em cima e o corpo dela espalha-se em mim pedacinhos. - Desculpem a descrição. Não pude evitar.

Quando a Katniss recebe o pão do distrito 11 na arena.

Momento em que o Finnick e a Annie se reencontram.

O momento em que a Katniss encontra o rapaz do Distrito 1 a matar a Rue.

Quando a raposa morre. 
Não pude deixar de colocar esta imagem.

Quando a Katniss vai ter com o Peeta tresloucado que a quer matar e o tenta trazer de volta.

Não é exactamente assim, mas ok. Cena perfeita *.*

"Adeus aos pesadelos."

Aqui uma das cenas que eu acho mais linda em "Em Chamas"
Joahnna Mason, a rapariga que a Titia Suzanne nos faz odiar.
Ela sabe que o Snow obriga a Katniss a se casar com o Peeta, e que ainda a põe a vestir um vestido de noiva na entrevista dos tributos. Ela diz:
"Fá-lo pagar."
Eu acho que, de todas as personagens, das que nos são apresentadas na coleção, ela é a minha preferida - desculpa Finnick!
Mas é a verdade!
Ela faz de má desde o início, ajuda a Katniss, ajuda o Peeta, e manda-se a ela própria para ser torturada pelo presidente Snow.
*Leva os três dedos do meio da mão esquerda aos lábios*
Te adoro, Jô

Será preciso descrever esta cena?! <3

Derretam com esta ternura.

Quando o Peeta tenta matar a Katniss, devido às alucinações do presidente.

Rue...



É sério, Katniss. O homem está morto, para quê enforca-lo?! 

Ta da! Quem adivinha de quem é o casamento?
Quem? Quem?
Ok, pronto, eu digo: Annie e Finnick!

O Peeta entretém-se a fazer nós na rede para não ter de fazer coisas que não deve.
Como sufocar a Catnip.
Esta é a cena mais... como hei-de dizer... como a cena na praia, é muito profunda.
Após cerca de uma hora, Peeta fala. "Estes últimos dois anos, deve ter sido desgastante para você. Tentando decidir se quer me matar ou não. Frente e para trás. Frente e para trás."Isso parece extremamente injusto, e meu primeiro impulso é dizer algo maldoso. Mas eu revejo minha conversa com Haymitch e tento dar o primeiro passo, hesitante, na direção de Peeta. "Eu nunca quis te matar ..."

Cauda de pato...


Cena em que o Peeta morre electrizado. SUPER TRISTE! CHOREI BALDES!
MORTINHA POR LER DE NOVO!
"Pressiono o meu ouvido contra o peito de Peeta, no lugar onde eu sempre descanso a minha cabeça, no lugar onde eu sei que vou ouvir a batida forte e constante do seu coração. Em vez disso eu oiço o silêncio."
É também aqui quando ela chora desalmadamente e o presidente Snow, Finnick e Haymitch percebem que a Katniss também está verdadeiramente apaixonada pelo Peeta. É claro que ela se mantém fiel à sua burrice e continua a achar que está "confusa" quanto aos seus sentimentos pelo loirinho.

O vestido que pega fogo e que tudo começou...

E nesta imagem eu suponho que é a heroína a dar uma de doida.

Vejam só! Vejam só!
Vejam o detalhe das bagas venenosas!

Quando Peeta e Haymitch vão salvar Katniss de ser chicoteada, quando ela tenta salvar o Gale do mesmo fim - eu ri muito com a intervenção do Haymitch aqui "O que é que eu vou fazer agora com esta cara?"

Quando a Catnip e o Hay se embebedam, depois de saberem que vão ter de voltar para a arena.
Amo o Peeta a seguir, quando deita a bebida toda fora e não os deixa beber mais - vai Peeta!

E esta aqui é uma piada de mau gosto.
Katniss a chorar com a Rue, no prado, quando ela está a morrer.
"Mas porque raio as desenharam como cadelas?!"

Quando finalmente a Katniss ouve a companheira de equipa, percebe o recado do Plutarch e descobre que a arena é um grande relógio, em que o espectáculo começa à meia-noite. 

Um brinco dedicado ao Finnick. Lindo *.*
Mas onde raio eu teria de furar a orelha para o pôr?

E este brinco dedicado ao Snow.
Essa cobra T.T

 E chegou ao fim a minha enorme galeria de imagens de fanarts dos jogos da fome!
 Well, que big post!
 Espero não vos ter maçado demais, meninas!
 Xau!











































5 comentários:

  1. essa do enforcar o morto, não é no sentido literal, mas sim para mostrar que ela sabia o que eles tinham feito com o pobre Seneca... O finnick tinha dito perguntado se ela tinha segredos que valiam a pena porque eram eles que os "salvavam" do Capitol.

    Jesus! O brinco do Finnick! Quem é a louca que fura as orelhas daquela maneira!?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Yes, eu meio que notei isso - é uma forma de ela mostrar que sabe que mataram o Seneca, e penso que ela quer dizer que é aquilo que acontece com eles, se fizerem alguma coisa de errado.
      Ya, também tem a ver com esse comentário do Finnick - nem me lembrava desse motivo.
      Eu tenho imensa pena do Finnick, o Capitólio fez dele o prostituto mais cobiçado de sempre.

      EU SEI!
      Como raio esperam que a gente compre brincos do Finnick e que os usemos?! Esperam que a gente use os mesmos brincos para o resto da vida?! - Não que eu tenha muita coisa a dizer a esse respeito, porque sou alérgica a brincos (metal, ouro, prata - olhem lá a minha sorte)

      Eliminar
    2. :o, eu só posso usar brincos de ouro ou prata xD, mas, descobri que os da claires não me fazem mal pq n tem o elemento quimico (acho que é zinco o.o...) que provoca a alergia *-*. És a alergica a ouro? Tens a certeza...?

      Eliminar
    3. Ya
      Nada de brincos de ouro, prata, metal, fantasia... nem mesmo os anti alérgicos.
      Posso usar brincos durante uma meia hora, depois começo a ficar cheia de comichão, com as orelhas vermelhas e inchadas

      Eliminar
    4. opá, que foleirada... tenho pena de ti :x

      Eliminar