quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Quié isso, mundo?!


NADA DE PLAGIAR, REBLOGAR OU COPIAR AQUI NESTE BLOG! É CRIME!

 Quié isso, mundo?! Se bem que é verdade... e isso me faz pensar... nossos pais nos falam sempre as coisas com a maior das inocências, né?! Ou será que... eles nos enchem a mente de coisas pervertidas e a gente nem dá por isso?
 Vou dar um exemplo:

 - "Coma tudo, minha filha. Tudo."
 Se formos a ver bem, nossas mães nos estão a dizer para comer tudo. Elas nos ensinam a não ser racistas ou a ter preconceitos. Do tipo, coma morenas (os), loiras (os), ruivas (os). Coma homens ou mulheres. Crianças ou adultos. Velhinhos ou até mesmo aquelas mulheres que não pegam nada.
 Bom conselho, mãe.

 - "Olhe sempre para os lados, ao atravessar a rua."
 Eu bem que tento mãe, mas olhar para a onde, hein? É que no outro dia eu virei-me e... OMG, aquele ali tem um lindo traseiro... e OMG, aqueles peitorais... 

 - "Faça sempre o que te mandarem."
 Não é bem assim, mãe. 
 Se um estranho mandar: tira a roupa; aí já gosta da regra?
 Se bem que se o estranho for bonito, meio parecido com o Taylor Lautner, ou outro qualquer e bem parecido actor, eu não me importo... Até porque foi minha mãe que mandou.

E já agora, usem as frases a seguir e a cima como respostas bem dadas às vossas mães. Ou se calam para sempre ou então vocês levam tamanha sova...

 - "Não tenha namorado (a) antes dos dezoito!"
 Tá bom, mãe. Me caso com eles antes.
 Será que dormir com eles conta? Opa, minha mãe 'tá a mandar-me dormir com os rapazes ou raparigas em vez de os namorar? Eh, lá. Mas é como dizem, temos de respeitar os pais.

 - "Vá arrumar a casa!"
 Ou em francês... "Vá menage!". Mãe, estás a dizer que és adepta das "menages"?! Poxa vida, não sei não... "VÁ LOGO DE UMA VEZ!"... TÁ BOM! Eu vou... eu vou... mas com quem?!

 - "Não te quero sozinha à noite."
 O.o Tudo bem.
 Mas será que o pai vai ficar feliz por eu dormir com o meu namorado? Na mesma cama? Tu que sabe mãe, mas depois não vá reclamar comigo, né?! E és tu que vais aturar o pai, certo?

 - "Espera só até chegarmos a casa."
 !!! O quê?! Porquê? Contrataste um stripper?! 
 Oh, mãe... não sei se posso... Não quero... o pecado... mas a tentação... OK! GANHASTE! 

 - "Não sei o que seria desta casa sem mim..."
 Depois dos conselhos que me deste antes, provavelmente seria um convento. Mas olha lá: tu queres que eu more num Bordel?

 - "Eu vou contar até dez..."
 O outro contou até cinquenta e teve um orgasmo.
 Dez chega para ti? Ou isso é para mim?

 - "Com a tua idade eu estava quase a morar sozinha."
 Eh lá, mãe! Então não era no teu tempo que as moças se casavam com quem os pais delas mandavam? Não era no teu tempo que só saiam de casa depois de casar? E o que é que fazias sozinha... ? Se levasses a sério os conselhos que me dás a mim... bem, gente... esqueça... mente poluída...

 - "Ah, não fizeste os trabalhos de casa? E de estar em frente ao computador, esqueceste-te disso?!"
 Não mãe, e se estás a pensar se também me esqueci de usar preservativo, don't worry. Usei-o até bem demais.

 - "De onde conheces estes amigos?"
 De onde os conheço...? Da escola. Não te preocupes, não há aqui nenhum com doenças sexualmente transmissíveis. Relaxe.

 - "Estou cansada, e tu não ajudas em nada! Só ficas em frente ao computador."
 A trabalhar, mãe.
 A seguir o exemplo do pai e a ver pornografia... au!

 - "Quero lá saber se toda a gente tem. Eu não sou mãe deles!"
 OPA
 No teu tempo já existiam preservativos?

 E bem, um post que era com as melhores das intenções tornou-se numa coisa bem... bem... suja. Deus meu, tenho de me ir lavar... quantas calúnias... é melhor lavar a língua com sabão... 
 Desculpa mãe!

Sem comentários:

Enviar um comentário